JOGOS SANTA CASA - JORNAIS - REVISTAS -TABACARIA. Venha visitar-nos e... Saia Excêntrico.

.Pensamentos

. AVENTURA ENTRE A AMOREIRA...

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

AVENTURA ENTRE A AMOREIRA E HANNOVER.

Carrinha com 36 anos leva aventureiros à Alemanha

 

A matrícula não deixa margem para dúvidas a Volkswagen Transporter, AG-68-10, começou a rodar nas estradas nacionais em 1971. Trinta e seis anos e 84 mil quilómetros depois (não se sabe ao certo se da primeira ou da segunda rodagem), a máquina iniciou, ontem, uma viagem de mais de 2800 quilómetros cujo destino é Hannover, na Alemanha, onde deverá deixar orgulhoso o dono, no encontro de carrinhas daquela marca, que decorre no próximo fim-de-semana.

Christophe Feliciano, de 22 anos, foi, desde que se recorda, um apaixonado por aquele tipo de carrinhas. Por isso, nem hesitou quando viu a velhinha máquina à venda, há três anos, em Castelo Branco. E não se demoveu pela quantidade de vezes que teve de fazer o percurso entre sua casa (em Óbidos) e a do antigo dono da Transporter, até a levar de vez. "Decidi que tinha de ser minha assim que a vi e fui atrás dela", recorda, contando ter pago quatro mil euros por ela. Nesse dia, iniciou um conjunto de peripécias. "Já me deixou a pé algumas vezes, mas nada de muito grave", conta a rir, para se apressar a sublinhar que "depois de algumas pequenas afinações, ficou sempre como nova".

Foram os 'afinadores', Jorge Daniel (61 anos) e o filho, Rodrigo (26 anos), que o proprietário convidou para o acompanhar nesta aventura internacional. Antes da partida, a carrinha foi inspeccionada de cima a baixo. "Está impecável", garantem.

A viagem - que começou ontem em Óbidos e vai passar por Espanha, França Suíça e Alemanha - decorrerá a uma velocidade moderada. "Devemos fazer uma média de 80 quilómetros por hora", explica Christophe Feliciano, contando que, nalguns troços, e "a deitar muito fumo, a carrinha é capaz de chegar aos 120 quilómetros por hora".

Tendo reunido alguns apoios a nível concelhio, o trio vai procurar fazer uma viagem económica. A maior factura, acreditam, será a do combustível. É que velhinha Transporter consome cerca de 10 litros aos 100.

De resto, os viajantes aproveitarão toda a versatilidade da viatura.

"Vai ser o nosso transporte, mas também o nosso hotel e restaurante", conta Rodrigo Daniel, explicando que, para além da roupa e comida, a caixa transportará ainda um frigorífico, um televisor, um rádio, um leitor DVD e até um computador portátil.

"Tentámos pensar em tudo para que não nos falte nada", explicou Christophe, levantando os olhos ao céu enquanto desabafa "Vamos ver se ela se aguenta à bronca, porque nunca a tinha experimentado com tanto peso".

Os aventureiros deverão chegar à Alemanha na sexta-feira. Durante o encontro, que pretende celebrar os 60 anos da marca, esperam conseguir arrecadar um dos prémios - o que distingue o maior número de quilómetros percorrido para participar no evento.

Mas se isso não acontecer, não desmoralizam. "O importante é divertimo-nos e isso já estamos a conseguir", dizem.

Os 60 anos da Transporter

As míticas Volkswagen Transporter foram criadas há 60 anos e, no próximo fim-de-semana, a efeméride vai ser assinalada em Hannover, Alemanha, com um encontro que reunirá milhares de proprietários, de todo o Mundo. O veículo, que tem conquistado gerações sucessivas (já vai na quinta edição), foi criado pelo holandês Ben Pon, logo depois da segunda guerra mundial. Nas décadas seguintes, passou a ser presença permanente nas estradas.

Paixão pela Volkswagen

Desde os 18 anos que Jorge Daniel tem uma grande paixão pela marca alemã, que classifica como "muito boa". Foi em Moçambique que começou a conhecer os carros, numa oficina onde trabalhou. Trouxe a experiência para Portugal onde, em part-time, repara os velhos modelos da marca.       Helena Silva

sinto-me: Orgulhoso
tags:
publicado por Luis Pereira às 20:07
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28

.favorito

. 25 de Abril Sempre.

. Morte Lenta

. NÓS OS OUTROS

. ANTONIO LUIS PAULINO

. AMOREIRA - OS SEGREDOS D...