JOGOS SANTA CASA - JORNAIS - REVISTAS -TABACARIA. Venha visitar-nos e... Saia Excêntrico.

.Pensamentos

. MUDAMOS DE CASA

. A VIAGEM CONTINUA.

. AMOREIRA - PLÁSTICO / TAM...

. Óbidos ou Óbidos? Óbidos!

. Óbidos celebra o Feriado ...

. Israel ameaça desencadear...

. Bombeiros de Óbidos ganha...

. FELIZ ANO DE 2009.

. NATAL HOJE

. 60º Aniversário da Declar...

. EB1 da Amoreira, Óbidos e...

. Amoreirense desenhou a Pr...

. Português para todos em Ó...

. Uma pequena lenda de Óbid...

. Vila de Gaeiras – Óbidos ...

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Quarta-feira, 2 de Julho de 2008

Nelson Mandela – Preso número 46 664.

 

Durante 27 anos, Nelson Mandela esteve preso sem ter cometido qualquer crime. Apenas por pretender que os homens da sua raça fossem tratados em igualdade com as outras. Era o preso número 46 664.
 
Na hora da sua libertação, ele tinha o olhar sereno de quem não acumulou ódio, antes assumiu com tolerância e amor a análise dos erros humanos de quem o prejudicou. Tornou-se o primeiro presidente negro da África do Sul, onde lançou uma nova era de convivência racial e social.
 
Granjeou o respeito e a admiração de todo o mundo pela forma equilibrada como sempre actuou, tornando-se uma grande referência à escala global. Já de provecta idade, retirou-se com sabedoria da liderança política e fundou uma organização para combater o impacto devastador da sida no continente africano.
 
Há poucos dias, Nelson Mandela foi a Londres festejar o seu nonagésimo aniversário numa festa que lhe dedicaram no Hyde Park, onde era suposto estarem 46 664 pessoas, e cujos proveitos revertiam a favor da fundação que criou. Mantendo o olhar sereno e o sorriso infantil de sempre, afirmou: "Não podemos esquecer-nos que o nosso trabalho está longe de estar concluído - o nosso trabalho é garantir liberdade para todos. Nos lugares onde há pobreza e doença, incluindo a sida, nos lugares onde há seres humanos oprimidos, há mais trabalho a ser feito. Noventa anos depois, chegou a altura de serem outras mãos a levar esta carga. As vossas."
 
Ele foi e é um ser de uma dimensão extraordinária, exemplar no seu comportamento. Fez a sua parte. E, agora, lembra-nos delicadamente que cabe a cada um de nós fazer a nossa. Obrigado Mandela. Que saibamos todos honrar o teu exemplo, respeitando, tolerando, aceitando e amando todos os outros, mesmo aqueles que se nos opõem, que nos desrespeitam ou que nos agridem. Não somos verdadeiramente livres se tiramos a liberdade - sob qualquer forma - a alguém. Mas, quando desenvolvida de forma consciente, a liberdade intelectual pode assumir a leveza da liberdade infantil, já não em movimento físico, mas em dimensão cósmica.
 
 
Luís Portela - JN

 

sinto-me: Resistente
publicado por Luis Pereira às 22:27
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28

.favorito

. 25 de Abril Sempre.

. Morte Lenta

. NÓS OS OUTROS

. ANTONIO LUIS PAULINO

. AMOREIRA - OS SEGREDOS D...